Sem saber que era impossível, foi lá e fez.

04/05/2017

Um momento crítico de fato na economia e política. E eu viajando...

Eu não sou uma pessoa muito calma. Mas as vezes a experiência e o bom senso nos mandam trabalhar, observar o entorno e quando não for possível produzir, dar descanso a alma. Tenho que manter compromissos independente do que acontece. Não dá mais para andar para tráz nem cruzar os braços. Entretanto estar aberta numa semana entre dois feriados seria um pouco burro. Vindo de um período do contrato extremamente extenuante, foi sensato descansar e dar descanso pra galera. Assim se toma energia para seguir em frente, estar disposto a produzir, estar menos lábil aos humores. Até por isso eu suspendi meu Facebook. Enchi de ficar vendo comentários pessimistas sem embasamento. É claro que temos razões diversas para mal humor, indignação, mas detesto achismos, comentários frutos de fishing, de viralizações de videos superficiais e opiniões de forte viés partidário que neste momento acho inoportunas. Seria a hora de todos estarmos atentos ao que deve e não deve nas reformas com base numa opinião ou conjunto de opinões de gente que de fato entende do assunto e não grupos como por ex o funcionalismo alto que seria muito prejudicado, caso se fizesse por ex a perda da integralidade e paridade do alto servidor. Aí vem um grupo imenso do funcionalismo , boa parte nem privilegiado pela coisa, defender direitos que eles nem tem. Ah. Assim fica fácil. Essa postura de só dizer não a reforma não inclui todos de forma democrática e sim, cria nichos previlegiados, e vestem a camisa de serem bonzinhos para o povo. Ah...pra min deu demagogia, opiniões superficiais e chega. Prefiro minha solitária busca por informação de qualidade, e menor compartilhamente de ideias, até porque petista radical improdutivo de visão parcial, está cheio por aí e nâo serei eu a bater de frente. Muita gente cheia das melhores intenções mas de visão parcial, por se satisfazer com a informação que recebe e outras por interesses sejam lá eles quais forem. Perder direitos básicos nem pensar. Nem pensar, mas ajuste na previdencia e na lei trabalhistas, precisam sim. Enfim, como este assunto me tira o humor um pouco, resolvo encerrar sites que me levavam a ler coisas totalmente dispensáveis e encerro por aqui tb o assunto por hoje. Apenas o iniciei, pois parece que estou numa ótima passeando em plena crise, emendando feriados. Mas tudo se baseia no esvaziamento do movimento que acontece na semana entre dois feriados no momento. Houve época que era garimpeira, ficava na espreita e papando tudo que pintava nestes dias. Fiz minha parte. Hoje não, o imposto que me leva o governo e a falta de retorno, me fazem pensar se vale a pena ou não trabalhar por pouco. O ganho maior seria o descanso. Neste momento, que quando vou trabalhar, trabalho mesmo, mil responsabilidades, risco etc....Mereço parar quando julgo mais interessante. PONTO. O Rio sempre é bom, mas posso dizer que enxergo a crise no Rio. O funcionalismo estadual que eu era uma delas inclusive, está apanhando demais, sem salário. Atrasos absurdos em função de uma gestão equivocada, roubos, queda da arrecadação. Enfim, infelizmente isso se refletiu nas ruas. Bares continuam cheios. Mas grandes casas noturnas, que antes havia movimento para todas, agora amargam uma lotação parcial, outras esvaziadas. Para quem não conhece como eu, não percebe. Levei duas amigas daqui, para passear lá e elas acharam tudo cheio, com movimento em todos os bares. Sim, ainda existe isso. Afinal é o Rio de Janeiro. Mas muito mais morno que antes como disse. A temperatura estava uma delícia. Fomos a praia, com sol gostoso, mas sem a lotação do verão nem a temperatura intensa. Fui a mesma praia de sempre, na JOana, e só de pisar na areia, o barraqueiro, da barraca que frequentei por quase 30 anos de praia, me reconheceu na primeira. POstei uma foto ali no Face, no mesmo bat local, com curtida de todos na mesma hora, e o comentário do Doquinha falando...he he conheço essa praia de longe..Pois é até Doca se mandou com a mulher pra Portugal. Muitos brasilerios se não dizendo adeus, dando um tempo, como tb a minha vizinha de anos D. Lourdes, filha de portugueses, foi, amiga de 40 anos da mamãe, pois a filha, Ana médica tb, forçou uma barra, tem uma filha que já está lá pois foi de um casamento rápido com um alemão, logo, foram todos este mês passado. Tem hora que isso me dá uma certa tristeza, uma coisa que já vimos no passado, uma época que alguns diziam que a saida para o Brasil era o aeroporto. Confesso, eu não concordo. Mas que dá sim, vontade hora de chutar o pau da barra, ohhhhhhhhh se dá!!!!! Fui a Buzios com as meninas, Lili e Patrícia. As duas gostaram muito mas desmaiaram mesmo foi pelo azul de arraial. Sim arraial é uma dádiva dos deuses para o carioca. Um presente da natureza mesmo. Porém, a precariedade do comércio e restaurantes me afasta um pouco, apesar do que, para qualquer lugar que se vá ali, pra min tá valendo. Eu amo viajar mesmo... Em Búzios pegamos uma pousada na rua das Pedras mesmo, pra facilitar a night. Uma pousada de um argentino e um belga, com umas moças simpaticas na arrumação e outras argentinas na recepção. Tranquila, mas instalações bem economicas. Pra dormir e mudar de roupa mesmo, apesar do imenso quarto para 4 e banheiro bem grande. Tao pousada. Mas o babado, era que em plena terça havia uma festa argentina no restaurante japa da pousada. Ahhhhhhhh O Despacito emplacou, e o tal poquito poquito imperou a noite toda , sendo que as 4 da manhã eu cheguei a acordar e pensar, po...jã passou dos limites e em seguida a música parou. Coisas de Buzios. Restaurantes bem gostosos novos na Orla Bardot, e tb carinhos> mas valem pelo visual incrível. A bela pousada que já fiquei em 2004 Casas Brancas continua lá imperando, como uma das mais vips. Os dias não estavam tão lindos. Abril é abril, um mês onde começa um vento fresco, e um céu um pouco indeciso...O azul de julho é mais definido, apesar de mais frio, alías dias de inverno costumam ser muito bonitos no Rio. LEvei as meninas na Mureta da Urca e isso não agradou muito, como muita gente diz, tem passeio que e coisas que só carioca entende. NO mais elas gostaram do Belmonte do Leblon lotado, adoraram o Rio scenarium com o show do neguinho da Beija Flor, a lapa sempre cheia todos, todos os dias literalmente, as praias de Ipanema e Leblon, um barzinho novo no Leblon que eu queria conhecer e Mônica e Elisa toparam, fomos em 5 e mais tarde uns caras já passaram pra nossa mesa, o Stuzzi. Bom, mas meu estilo e da Mônica. Fomos a Barra, outback sempre cheio, fomos para um mexicano e mais cedo matar a fome na Olegário. Fomos na escadaria do Selaron, elas ao Cristo Redentor, eu para outros cantos, tb fiz umas aulas suportes de Inglês...Enfim, fizemos coisas pra caramba em 12 dias, mas muitaaaaaaaaa. Valeu. MInha viagem está bem mais definida. Resolvi ficar apenas 3 dias em MIlão, dali vou pra Lecce na Puglia tb 3 dias pegar uma praia do mar adriático das redondezas de Lecce. Dali vou pra Gallipoli, ai sim pegar as praias do Jônico por 7 dias. Dali de avião para Malta chegando lá em Malta dia 9 de julho. Minha imersão no Ingles começa dia 10 de julho até 28. Dia 29 amanheço e vou para Paris. Fico em Paris 3 dias e volto pro Brasil. Ia voltar por Amsterda, mas minha passagem total 0800 com milhas AAdvantage foi assim Manaus MIlão, Paris SP. Mas tá bonitooooooo Em Malta eu estou cada vez mais apaixonadas por fotos que vejo em sites diversos, e tb no Instagram. Aliás preservei apenas o Instagram. O resto deletei. As fotos vão me seduzindo com a mistura de história e mistura de estilos arquitetônicos , alguns de forte impressão árabe, outros mais italianos típicos...Enfim, cafés, muito bar, aliás lá tem Café Del mar, eu adoro um chill out né, perfeito!!!! Cerveja barata, 77 cents nos bares. Alias Paceville onde vou ficar é a muvuca mesmo, é bem próximo a escola e não preciso condução, e a noite o agito , as boites não precisa pagar para entrar, e já tenho algumas brasileiras no meu grupo de Whatsapp que vão na mesma época, hoje marcamos de sair , cozinhar etc. Tem muitas bahias algumas me lembram as bahias de Bastia na Córsega, na CItadelle, onde construções muito antigas, dividem espaços com pequenos restaurantes de toldos coloridos....Enfim...super afim de chegar a hora. Enquanto isso, vamos do mote do mané do Temer, Não pense na crise, trabalhe. Coisa de nazi, mas é mesmo assim, neste momento, não dissipar energia é importante. Fuiiiiiii posto as fotos depois...do feriado no Rio.

10/04/2017

Música coincidentemente que tocou quando gravei um vídeo....

Be Honest Okay, go, go hang your heart on any tree You can make yourself available to anybody 'cause every living person knows you are a prize Whichever way you go, I'll be easy to find I don't ask for much, just be honest with me I don't ask for much, be honest Think of this song as a promise, you can do what you want If you decide you want to move into a new stage Deleting me from pages in your mission statement My love is unconditional, make no mistake I don't ask for much, just be honest with me I don't ask for much, just be honest with me Who we are when love is what it wants to be We are free And we are having the best day ever by far Being treated to the light like a superstar I can hold space while you see What your heart has to say about me There's no dotted line to sign away your freedom I'll acknowledge you for what you do to keep strong I'll always get behind you, don't get me wrong I don't ask for much, just be honest with me I don't ask for much, just be honest with me I don't ask for much, just be honest with me Who we are when love is what it wants to be We are free And we are having the best day ever by far Yes, we are Assim, nada é por acaso, energias vibram e até uma música que começou a tocar durante um vídeo que gravei, tinha uma letra que resumiu bem o passado. Mas a história é outra hoje, temos recentemente um grupo de whatsapp que eu tento permanecer, pois minha iniciativa natural é sempre sair, apesar de gostar de conversar detesto digitar e teclar, gosto de cara. Mas eu andava muito muito com 3 caras, um morreu o querido Mario, e o outro Carlao passou nada mais que por um transplante de fígado e faltava para min achar o outro, o Guará, que eu fiz uma busca seria na net umas 10 horas intermitentes e achei ao menos o CRM e a foto dele. Amanha Carláo vai procurar através do CRM ele. Vamos ter um encontro da maioria em Valença onde estudamos, em setembro. Eu não sou muito nostálgica com o período da fac, eu vou em frente, voltar é doloroso. Mas tentarei ir, mas posso estar muito estourada de despesas e por muito tempo ausente do consultório, por viajar 30 dias em julho Mas vou tentar e muito ir. NO mais gosto de todos, mas ligação eu tinha mesmo com estes que citei. E não era pouca, pegavamaos a Saveiro do Guará , enc'hiamos de cobertor, Valença faz 6 a 8 graus no inverno e partíamos para cima de um morro, cheio de garrafas de vinho, backs e bebiamos os 4 e conversávamos muito. NOs bastávamos demais, e isso talvez fez não termos uma ligação tão assim imensa com o restante da turma Mas temos sim, 6 anos é muito tempo, e a quantidade de provas e provações da medicina aproximava sem perceber, muita virada de noite , na casa um dos outros, enfim...Deu saudades sim, não neego!!!!! Enfim, amanhã a meia noite vou para o aeroporto, 1.40 hs parto pro Rio, chegando cedo, já tenho aula de Ingles, continuação das que fiz no carnaval. Eu fiz sem ainda definir que iria viajar. Mas precisava melhorar o meu Inglés, e dai tem um professor gabaritado no meu prédio no Rio, foi professor do Brasas anos a fio. Eu resolvi aproveitar o tempo no carnaval. Eu acho tempo pra tudo né quando quero. E dai, agora terei mais 14 aulas. Segunda que vem parto pra BUzios, 2 dias. Eu vou levar desta vêz Patrícia e Lili, amigas daqui comigo, elas não vão ao Rio há muito tempo e adoro dar uma de guia de turismo tb rsrsr Quanto a Lecce, depois eu conto, resolvi ficar em Lecce duas noites pra apreciar o mar adriático. E depois partiu Gallipoli, ver o Jônico. Ai....estou animada, descobri que tem Café del Mar em Mauta, e vou aproveitar muito chill out fim de tarde ali....obaaaaaaaa

01/04/2017

Dia 28 de junho, partiu praias divinas do Jonico e Mediterâneo!!!

A coisa vem se desenhando na minha cabeça há um tempo, mas para falar a verdade, o plano original de Barcelona, Ibiza etc, não caia tão bem num ano de crise. Resolvi fazer algo mais producente, onde pudesse agregar um ganho real, como por ex uma imersão de Inglês, com praias ensolaradas. Pensei e deu Malta na cabeça. Para que eu não desistisse já que numa avaliação rápida achei razoável, paguei de cara a escola por 3 semanas em Malta, a ESE em cash. Menos uma despesa para jogar pra frente. Coloquei para 10 de julho o início já que teria que tentar a passagem totalmente com milhas na American airlines ondo pontuo no cartão sem jamais retirar nada, para poder mesmo num momento de crise saca la. Deu certo, falei a atendente, tive que ligar umas 3 x, me coloca em qualquer cidade de fácil conexão com Malta. Dei alternativas como Barcelona, Paris e Roma, e saiu Milão partindo de Manaus direto o que me ajuda a trabalhar até na véspera. Milão não conheço legal. É a hora . Mas passo ali somente até dia 30 a noite, quando então parto pra Roma. Roma fico dia 1 e 2 e dia 3 parto para Puglia, uma região da Itália que disputava para min com a Sardenha. Decidi por Puglia, exatamente Gallipoli por ter praias tão divinas quanto Sardenha, segundo por Sardenha não ter muito agito exceto em Porto Cervo mas lá é bem caro, e por fim, por conhecer já a Córsega uma ilha mediterrânea e ir para outra, no caso Malta. Porque não o mar Jonico??? Gallipoli está se tornando a Ibiza da Itália com muitos lidos, comercio aquecido durante o dia, bares e restaurantes além de festas a noite. O centro histórico é bem animado e existe uma praia urbana que não precisa deslocamento, também com bons lidos. Esta história de lidos, de praia paga com cadeiras não é muito a minha né , acostumada a estender uma canga na areia gratis, e consumir apenas se eu quiser. Mas por bem, náo posso mudar o país né. Eu acho que compensa muito, vi no site Sem rumo com Gabi fotos incríveis de Puglia no geral. Dali posso um dia alugar um carro e dar uma volta bem grande em várias praias, mas se a urbana for boa, pretendo me largar ali. Por isso escolhi Gallipoli por conter as mais lindas da regiáo e por ser um local animado. Ao contrário de outras viagens, esta não será só contemplativa, quero ver gente, sair etc. Foi uma verdadeira pesquisa que levou de fato dias, vendo cidade por cidade de todas as regiões, medindo o deslocamento, avaliando a existencia de transportes, avaliando custo de estadia em cada região, e em vários sites. O Trip advisor ajuda num item específico pois tem avaliações diversas. Mas como um todo, um panorama de cada região, prefiro blogs individuais, que falam do que cada um conheceu sob vários aspectos, com mais detalhes. E isso de um monte de site dá um trabalho danado. Quando vi, quase todos os hoteis simples de Gallipoli, estavam reservados, ohhhhhhhhhhhh louco, corri , confirmei em outros sites e reservei pelo Booking um simples hotel de época, com paredes imensas, mas um anexo mais moderno, simples. com microondas, cama casal, bom banheiro e sala, com varanda com vista para o mar, apesar de não ser em frete, no centro historico de Gallipoli, onde fica o bochicho. Assim não preciso de carro a noite pra tomar um chopp!!!!! Um dia ou outro escolho um restaurante mais encrementado. Tá bonito, é isso que eu faço melhor, roteiros de viagens custo acessíveis, sei fazer os caros também já dei mostras, mas estes práticos, tb me agradam bem. Vou privilegiar desta vez um restaurante bom por semana. Apenas. Estamos em crise!!! Mas vou gastar toda a sola do meu sapato, caminhando por praias lindas e já vi que esta regiáo da Puglia é ótima para BIke e Vespa. oba !!! Fiz isso no Loire! Me quebrou mas valeu. Logo já está fechado minha ida 28 junho Milao, o cusro de Ingles 10 a 28 julho em Malta, St Julian, 3 a 9 em Gallipoli reservas feitas. Falta o deslocamento Milão Roma, e Roma Gallipoli (provavelmente trem) e as noites de hotel nas gd cidades italianas O hotel em Malta está fechado tb. Obaaaaaaaaaaaaaaa já adiantei coisa abessa!!!! UHUUUUU Sol. Juro que pensei em vez de Gallipoli, ir para Lampedusa, e ficar 6 dias lá ...Mas fiquei receosa de ter apenas casais, ou famílias, sei lá, menos agito e eu quero mais agito desta vez. Só contemplação não!!! Vamos lá um pouco de fotos de Puglia, Gallipoli no caso.

26/03/2017

Dublin ou Malta pra fazer um intensivo de Inglês??? Ah...a prioridade não é a lingua, é fazer uma viagem parcialmente producente.

eMalta, existe desde 5000 a.c. Imagine isso. Quanta cultura milenar não existe ali heim??? Aliada a cultura, existe uma outra coisa que me seduz e muito: é uma ilha!!!!!! Alguém duvida da minha paixão por este tipo de habitat?? Se ainda duvida, olha o meu histórico de viagens....
Além disso artesanato próprio com cerâmicas de forte influencia etnica . Já foi um posto fenício , depois ocupada pelos gregos, cartagineses e depois anexada por romanos. Na idade media cedida ao dominio de Constantinopla, depois invadida por arabes, posteriormente de volta aos romanos, depois ainda Espanhois e por fim rapidamente franceses e então Ingleses para se tornar independente ha 50 anos. Ufaaaaaaaaaaa que história. Diga se de passagem povo heroico resistiu ao assédio alemão e italiano na segunda guerra. Ufa mais ainda quando muitos se resignaram.
Poder ver todo tipo de arquitetura que reflete estes períodos para min já é um must que dispensa outros atributos turisticos. Mas dizem que a gastronomia é interessante, como a lingúa e arquitetura, forte influencia arabe, ops eu vou gostar sim, tá no sangue os prazeres mediterraneos sendo uma das razões esta mistura de especiarias, tão típicas da comida grega e árabe.

Paisagens divinas e mar de azul a verde cristalino me seduzem. Imagina ainda posso velejar???? Ah Dublin acho que vc perdeu e nem gosto tanto de Guiness. Mas vc fica para um inverno, adoro invernos tb regados a boa bebida, comida e bons casacos. Ao mesmo tempo fazem contraste com construções terracota. Poder ver um templo neolítico. Vida barata quando comparada a Londres, Austrália me seduzem mais ainda. O Euro rende ali. E mais dali pra Sicília é um pulo, dali pra Costa amalfitana outro pulo, Roma , e depois dali eu penso. Na Sardenha acho que vale umas férias maiores junto com as Baleares, e de Roma eu pulo para Paris e Barcelona Ponto.
resolvido metade ferias com aluma produçao outra metade apenas lazer...
E Malta me faz curiosidade desde que meu amigo portugues Nuno falava de seu pai, embaixador lá, e falava maravilhas do país.
Das ilhas, uma outra que quero muito é Chipre, mas neste momento anda confusa. Como se eu quisesse apenas esta ilha né. Mentira, quero muitas, mas algumas precisam esperar mais pois o turismo se resume a grandes resorts, e no momento no momento nao me vejo torrando em resort. FUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII devo decidir o pagamento até abril 25

12/03/2017

Não tinha nada pronto, mas de pronto, virou algo muito agradável. Comidinhas 20 min para amigos







Pois é, minha geladeira não tinha grandes coisas, mas quem sempre tem temperos, de uma hora pra outra fiz um frango teriaki e chamei amigos, vieram 2. Durante  o almoço fizeram contato comigo Marcão de Angola, e Carlão da época da fac. Ambos super bem quistos, e mais, muito bem queridos a qualquer hora. Atendi, não faz mal algum, os amigos presentes entendem.  Que delícia, do nada se faz um evento mole, algumas cervejinhas, e ainda fiz um molho teriaki para quem quis. Arroz branco, salada e nada mais. Claro, minha leffe Eu deveria ser garota propaganda da Leffe

Depois de que todos sairam, eu tive um momento estranho, vendo Dogville mais uma vêz pra ver se eu mudava de ideia. Não mudo. É um grito do cachorro para uma sociedade surda.
E ao mesmo tempo lembrei que assisti a semana de Lars Von Trier, no Centre Pompidou, em 2009 em Paris, tive como companhia um amigo, de lá, que eu não tinha tanto vocabulário pra exprimir tudo que achei e me obrigava a mais palavras do que eu já uso.

E usei. Preciso colocar em palavras, para poder ser explícita. Ele não entendeu o filme, e o filme existe um outro por tras. O da reação , do  cineasta que explode um grito pensando que vai chegar em outro lugar, mas denuncia a si mesmo. Suas dores e ranço. Mas entendo. Sou sula americana mas entendo. Não sou dinamarquesa Não sou uma garota dinamarquesa mas entendo a morte do humano. O grito de alerta. Mas também o risco de sair de uma caixinha e entrar em outra.

E lembrei também de como eu amo. Eu amo, eu amo com minhas profundezas, minha superfície, não consigo enganar ninguém. Infelizmente amo o que me ignora, mas eu amo, não a relação. Verdadeiramente eu amo a pessoa, suas defesas, seus estragos, seus descompassos, seus atrasos, seus risos, suas derrapadas, eu amo como se fosse preciso alugar um lugar maior pra colocar este amor que se arrasta, pelos anos, pelos sonhos, pelos pesadelos, pelas noites, pelos dias, e pelas viagens que facó. Eu amo com uma dor incrível do amor por alguém que jamais vai levantar de um coma mas está vivo. Jamais vai levantar do espaço que ele mesmo está, mas está longe, está frio, está vivido em algum lugar que não é o meu, e que enfim parece que está perto desta hora da  morte, está perto da hora de desligar aparelhos de um amor que está vivo apenas pela intensidade do meu amor, e nao pela sua existencia. É hora enfim de desligar os aparelhos. Eu mereço.

07/03/2017

Bulletproof Esse é o meu café!!!

Ganhar peso é um problema. Perder é outro.
O ganho vem acompanhado para min a partir de 2010 progressivamente com um ritmo de vida mais lento em termos de exercícios em Manaus. O Rio é um grande apelo para min as mega academias que sempre frequentei com profissionais de ponta e gente motivada. Além do que a prova cabal, A praia no fim de semana põe a prova qualquer erro da dieta ou sedentarismo exagerado.
Assim, com uma leve depressão após a morte do meu irmão, segurando a onda da minha mãe, levando a para passear em Manaus, com pouca opção principalmente para idade dela, caimos subsequentemente nos restaurantes e eu sai do meu peso 52 em 2007 para 58 em Luanda, para 60 em 2010 em Manaus, 64 quando fui a Punta Cana, 66 mesmo nadando em 2014 estudando e trabalhando muito, na USP, Sp é dificil resistir as comidinhas, para então cruzar a barreira dos 70 em 2015 e as vezes 73.  Desesperada, pois mesmo fazendo exercício, estes náo eram nem táo regulares por causa da fase pesada de negócios e trabalho e pelo desanimo que andei depois que ganhei, fiquei desestimulada.
Assim, mesmo me cuidando, fazendo massagens, comendo comida saudavel, comia acima da média para min. Malhava menos, pois entrei numa de malhar por conta própria e quando pegava um personal que se dignava a vir na minha casa cedo, muito cedo, abandonava após 3 meses, ao perder uns poucos kilos, Para variar sempre comicoisas saudaveis, se nao fosse isso celulite teria atacado. E porque bem ou mal, mesmo sem dieta restritiva, corria, ou nadava, ou fazia uma muscula;çao. Como diz um colega nutrólgo, que me entreguei aos conselhos dele, aliás de dois, dele e do Giba, que faz medicna anti age, o musculo está ali embaixo com tonus apesar das gordurinhas. É só perder um pouco que ele aparece todo todo. Assim, crendo exatamente nisso, tomei coragem de fazer uma dieta restritiva, que corre sempre o risco da perda muscular, e perder de vez a gordura extra. Vou me entregar a partir de amanha a dieta cetogenica, com um ataque de 20 dias severo. Testei ela 7 dias e consigo sim, com sofrimento inicial mas consigo, Antes de viajar fiz e um unico dia perdi 800 gramas, é claro que inicialmente pelo próprio mecanismo de deslocamento de gordura, perde se muita água, mas perde se sim gordura. Li artigos acadêmicos que me motivaram ao provar que a perda se sustenta e continua mesmo apos encerrado o periodo de dieta, faz um deslocamento de massa gorda visceral e mantem musculatura. Logo , perfeito.
Sempre comi frutas, oelaginosas, verduras, frango, carne, peixe, mas mais do que deveria e comia carbohidrato sim, como frutas e páo, além de um macarráo que gosto sim. Aí, náo dá Tenho mesmo que pra fazer diferença, largar o carbhidrato por um periodo ou estarei me enganando,   O duro que me acomodei é que de certa forma o corpo entra no biquini e se ajeita. Mas não quero mais este efeito sanfona. Quero resolver.
Sendo assim, mantenho minhas oleaginosas a noite, pouca quantidade. Náo janto a partir de amanha, tomo um copo de whey protein, subo dou uma corrida de 10 minutos, caminho 10, desco, tomo banho e durmo.
Acordo no outro dia e tomo apenas o meu café preto com MCT que é o triglicerideo de cadeia média, misturado e batido com café preto sem adoçante e sem açuacar. E vou apenas com isso até a hora do almoço. Se eu for malhar posso comer antes um pedaço de aipin cozido pequeno. Durante a malhaçao tomo uma medida de BCAA.  Após a malhaçao NADA NADA.  E vou assim a zero até a hora do almoço. É muito muito imoprtante esta malhaçao sem carbo para obrigar a queima drastica .
No almoço como folhas e proteina animal.
No lanche da tarde chá detox varias vezes ao dia.
A noite volto a oleaginosas, whey e dormir. Assim 20 dias pretendo perder ao menos uns 8 kilos.
OU mais.

Estou decidida ao radical pela primeira vez na vida. Primeira mesmo. Sempre fui muito equilibrada entre os generos alimentares. Mas comia muito queijo, frutas mel, enfim. Agora é a hora. e postarei aqui a foto do pós. A do antes vcs já viram muitas, estáo todas ai com meus 70. Agora bora la.

O que eu achei bem legal e testei, é verdade, vc náo sente fome quando usa o MCT, ou até mesmo o oleo de côco. Prefiro o MCT pela excelente formulação, e por ser sem gosto. Mas no Rio preferi economizar usando o óleo de côco, e continuei. De fato, é legal, vc sente acordado, atento, ativo. É um outro combustível pro cerebro que queima menos lento...

Eu apesar do peso, corriji meus l ipideos com dieta ano passado dois meses de salada. Todos foram para o normal e abaixo até. Não tenho qualquer esteatose hepática também. Ausência de gordura na aorta e vasos visíveis ao ultra som. Espero que assim o coração também Logo é a hora. Leiam sobre. Os artigos que tenho são acadêmicos demais, mas posso citar por email. Grande abraço e animo, animo....Tenha fé.

 Meu kit com café, chá, BCAA, Whey da mesma marca, e o MCT oil. Tem um colágeno pra dar uma cutucada na imunidade e assim cutucar a produção. Mas isso é besteira, mas eu tinha comprado num impulso e resolvi usar, mas os beneficios sao muito fantasiosos. 

 Aqui o meu balcão de oleaginosas..damascos, ai adoro. Sou turca mesmo...e algumas frutas secas ...café expresso é logico. E muitos chás..jasmin, Tahitiano, preto , laranja, detox, aniz...


 Se nada resolver após uns meses, um bom 38 em todo o kit acima.

06/03/2017

Rio carnaval e alguns mimos

Eu já merecia uma. Ao menos pelo cuidado na escolha do que eu como,  mais do que pp a excelência da execução.  Meus grelhados ficarão divinos agora.  Tb serve ao cozimento de várias guloseimas como legumes , omeletes suculentos, enfim, estou doida pra curar e estrear . Anti aderente,  funda,  aquecimento completo rápido e homogêneo além de um dourado especial nas carnes.


Carnaval não dá pra sair de celular a toda hora, é arriscado e a gente acaba se prendendo por isso. Roupa de mulher não tem um bolso que presta. O fato é que os blocos estavam ótimos, começamos num pequeno da Aliança com bateria do Carmelitas, um pouco devagar, mas pra primeiro dia, foi muito bom, paramos num quiosque para tomar umas enquanto aguardávamos enchere a concentraçao e a seguir caimos na farra. Delicia no fim de Copa, no Forte, ideia da Mônica que ia com a francesada, e andamos uns quatro quarteirões com ele o bloco , aliás mais, até a Bolívar onde dispersou e fomos comer uma boa picanha no beco das Garrafas onde fui muito na entresafra de minhas solteirices com Lise, Elisa etc pós Angelo, pós Patrick. Coisa dos anos pós 2005. Antes eu não pisava em Copa, nunca gostei muito.
  Depois domingo, fomos caminhar na praia, mais bloquinhos leves na tarde e a noite, na Lapa mesmo, em grupo , onde dá pra ver Elisa e outros, uma moçada joia. Estava delícia dentro dos bares, com mesa fácil, e sair na rua na hora de pular.  Outro dia fomos pra Barra, e para Santa. Ainda outro dia na Lapa de novo , mas com a Elci, que veio pra Manaus na quarta de cinzas trabalhar e foi embora hoje, saudades já. Ao menos ontem ao chegar demos umas risadas, vimos uns filmes, e hoje café da manhá .
Mais fotos das tardes feias de carnaval. O tempo só melhorou ao fim do carnaval, fim de semana foi show, aliás queimei sem querer na piscina do prédio, onde fui cedo sabado e nem dava nada pelo tempo. Coisas de Rio..
Descobri este fim de praia em Copa que tem SUP, eles alugam a prancha e até dão aula, vai ser ali mesmo que começarei o SUP no Rio, já que adoro a Urca, mas detesto agua suja de baia. Pra velejar é uma coisa, pra cair é outra. Entretanto mergulhei e muito quando aprendia a anda de laser, um barco danado no início, danado, e virei muito kkkk na bahia ohhhhhhhh




O agito foi bom mas cansa e engorda também já que geralmente após o carnaval estamos detonados e esfomeadas. Aproveitamos dois momentos bem maneiros gastronômicos, um na sexta a noite num bistro da Urca, Julius Brasserie, de um holandes super simpático,  onde comi um cuscus com camarões de primeira extremamente temperados. E no domingo, no Horto, aliás fechei bem o final de semana em dois locoais que adoro, despojados, calmos, agradáveis até. No Dohorto, que antigamente se chamava Da Graça , bem perto do Couve Flor (já atualmente mais comercial do que ele já era no passado, sem muitos diferenciais pra quem aproveitou ele nos anos 90 a 2000) comemos de entrada mini acarajés que eu considero uma das melhores comidas do mundo e também Bobó de camarão outro prato que considero dos Deuses.



 Eu e Mônica caminhando pra encontrar o Bloco , o primeiro de todos, a gente ainda aquecendo...


 Gatinho dando mole, he he...eu espero sempre os melhores rsrs Porque a história diz que eles aparecem e foi o caso.


 (parênteses para o chocolatinho fr simples que ganhei  , de laranja..ai..ai...não consigo resistir muito, esfomeada na larica, carnaval...foram todos no mesmo dia)  NEste dia, ainda ao final da tarde tive as célebres visitas de Louise e Teresinha amigas da Rural que desceram apenas pra me ver, e eu amei isso, adorei ve-las, amigas da fase dos 18 anos por ai até os 25. Valeu meninas... Infelizmente nem de tudo se tem foto....seriam muitas.






Preparando para uma voltinha mais básica....




Resultado, o carnaval foi ótimo, agora perder um peso, malhar, dieta saudável, trabalhar, e de volta para o Rio dia 13 de abril para mais 10 dias, desta vez vou levar Elianne e Patrícia, amidas de Manaus, que podem ser vistas na reunião que fiz por ultimo aqui em casa. 

Ao voltar para Manaus, a chuva felizmente continua, parece até Seattle kkk As vezes me deixa um pouco melancólica, com vontade de olhar o tempo pela janela ..

 (Manaus, Rio Negro visto ao fundo, na chuva deliciosa deste periodo manauara) Amooooo trabalhar assim.


..Mas  a chuva também me ajuda a focar, estou re estudando Francês e Inglês, aliás eu tenho mesmo muito foco, com todo carnaval tive 6 aulas duplas de Inglês com um excelente professor do meu prédio, o Sergio. Ele comprou me fogão a gás que troquei pelo de indução, pois não gostei de uma certa tração na mangueira e achei mais seguro encerrar a história de gás. É uma energia barata mas eu morro de medo quando a instalação me deixa insegura. A coisa não está fácil pra ninguém e se eu puder ajudar me ajudando simultaneamente...ótimo. Ganha ganha. Essa é minha política preferida.
Aliás ouvindo neste instante Globo News, só reza forte pra resolver esta economia. Que tem jeito tem, mas tenho muita muita pena do desemprego. Aliás enquanto eu pulava carnaval, e terminava meus dias entre comidinhas boas, minha equipe apoiava a Elci e tenho muito carinho por eles. Mas incentivo também, deixei um bom rango motivacional para eles, fazerem nos dias de maratona de colono que cai no sábado e domingo.

 Elisângela a loura gaúcha enfermeira , Ricardo o grande técnico, Claudia baixinha secretária e Glaydson maqueiro.


Ainda deu tempo para eu dar uma voltinha na minha Igreja das Causas impossíveis, e isso me ajuda mais ainda em focar.  E sinceramente pedir boas energias pra enfrentar a crise e poder sobreviver principalmente ajudando.  Duas coisas vão ajudar a min e espero a todos os brasileiros, fé e criatividade, pensar fora da caixinha !!!!!



Focar a levar a vida após o feriado que não é nada fácil kkkk  

E já já de novo de malas prontas pro meu Rio....dia 13 chega já!!!



21/02/2017

Dos mas dos, se estiver consentido e preparado, vai ....

Dos mas dos


Escolhi este filme para encerrar o assunto do Poliamor. Aliás que filme divertido, desce super redondo. Suspeito, suspeito Rsr   Foi a segunda vez que assisti estes dias , a outra foi quando saiu, e sem querer, comecei a ver e reconhecer as cenas.  Isso vive acontecendo comigo, preciso ver uns 10 minutos pra perceber que já assisti.
Se o risco de se machucar a três existe, a quatro pode se amplificar. Primeiro pois aumenta a concentração de sentimentos, segundo porque geralmente há dois casamentos ou mais, isso é estruturas que romperam a barreira da monogamia, sem garantias algumas que além de alguns orgasmos (ok, não devem ser poucos, pois aperta varios botões da fantasia ao mesmo tempo), sem garantias que se  chegue de fato a algum lugar.
Uma outra nuance, se deve ao caráter feminino de associar mesmo que subliminarmente, sexo a amor. Não acredito ser uma característica genuinamente feminina, acho que acontece com ambos, mas fenotipicamente é mais do feminino se apaixonar e querer manifestar esta paixão. O homen ou corre mais silencioso ou mais racional. Nem sempre no filme o argentino, mostra tanto o masculino quanto o feminino correndo atrás do que lhe é mais importante,  mesmo que em um momento, a mulher se apaixone pelo homen do casal oposto, o mesmo homen da a versão dele super racional e corre atrás é da mulher dele mesmo.  O que fez a mulher de um se apaixonar pelo outro?? A fragilidade do momento da sua relação .  Bingo, prato cheio pra confusão. Talvez a pratica do swing de fato precise um relacionamento bom para sair ileso. Se houver brechas, vulnerabilidades ,  vai haver desfechos não programados.
 Esse negócio de existir regras do swing, para min já confunde a coisa. Regras?? Como regras, pode transar mas não pode apaixonar. Ok, reduz a chance de problemas. Mas perai, é táo fácil assim???  Volta a história dos pactos. Se tem um relacionamento com bom pacto, pode até se apaixonar, que o casamento manterá seu curso. Se tem um sexo bom, o casamento pode continuar seu curso. Mas se náo tem nenhum dos dois, pode com certeza perder o rumo.
Se alguém ali vai sair da festa sexual e buscar um caminho monogâmico com outro parceiro diferente daquele anterior, com certeza haverão faíscas de dor para algum lado. Mas isso também náo acontece sem swing???  A gente não cansa de ver isso por ai???
O conceito de traícão é bem móvel e bastante pactuado, quer dizer, transar as claras náo é traição. Isso sempre achei, isso é consentir. E a gente também cansa de ver relações, onde existe este consentimento mais velado. Vamos conversar, isso não é novidade né.  E acho bem mais palatável que trair. Mas mesmo assim, é pesado pra minha cabeça. Talvez este tipo de diversão rolasse na minha vida como um evento, e de preferência com pessoas com as quais eu não estivesse casada. Assim vai. De outra forma, não. Assumo geral o meu despreparo para tal coisa. Estar envolvida realmente com alguém e trocar de casal, não me desce, eu nem consigo quando estou com um estar com outro , quanto  mais transar. Mas acho que uma coisa pode levar a isso, o tédio das relações onde os pactos são fortes mas o resto anda meia boca. Ai porque não se arriscar? Se acha que segura, mete bronca. Eu não vivi uma relação tanto assim, para ela cair no tédio, sem que eu tomasse uma atitude para resolver este tédio de outra forma.  Não houve até hoje uma relação que me sugerisse que valeria a pena, sair abrindo brechas,  para que  casais partilhassem a minha cama. Prefiro procurar outras camas sozinha. Por isso eu falo, meu medo de estar só é muito baixo, se a relação esgotou a troca, começo a puxar o carro. Mas aceito tranquilamente que pessoas que acham que devem ou ainda tem o que preservar, se divirtam de outra forma.


Uma vez um casinho meu, que era um executivo super bem resolvido , meu vizinho de bairro no Rio, em 2003,  me chamou para uma dessas. Eu falei, fulano, sabe , eu acho a gente com pouca intimidade pra isso, apenas isso, sem caretice. A gente tem um caso , esparso, sem muita frequência, vc é um barato, bonito, elegante, bom astral, motoqueiro, mas quando vou com vc para os enduros, já perco um pouco a paciência, já bato cabeça no tedio, e quando voltamos pro Rio,  fico sem vontade de te ver um tempo. Ai vc chega pra min e me propõe uma dessas, vc sabe que nosso nível de intimidade não resiste a um enduro, quanto mais a uma parada desta. Em outras palavras eu  mal  te tenho, como vou te trocar por outro??, Aí já é orgia, suruba, ou qualquer outra seção das diversões sexuais. E ai não  estou dentro, sacou??Ora, demorou né.  Sem caretice alguma, mas a pornografia pode resolver esta brecha se houver necessidade, sem ter que praticar ao vivo e a cores. Aí já é demais. Para min é claro.
E não digo isso por caretice, mas é que acho que o corpo tem limites, a cabeça tem limites e ai faço diferença no feminino. O sexo é uma coisa deliciosa e incrível, mas o sexo tem sua parte super animal, super pesada, uma noite hard, deixa vc inebriada de energia boa, porque foi como vc quis  e gostou. Mas seu corpo reclama um pouco, são alguns dolorimentos aqui outro ali, que vc na hora nem percebeu. Igual musculação, depois que vc está o stress oxidante da lesão muscular, haja dor rsrsrsrsr  E vai dizer que não?? Oras..inegável, foi bom sim, mas rola. E a neurologia explica isso fácil, o prazer desliga as terminações nervosas para dor (se não extrapolar) privilegiando o prazer, mas sáo as mesmas e logo....O day after é isso ai, bom mas tem preço. Com um parceiro só, imagina com 10. Não me desculpe, orgias, siga adiante, to fora.

O que nada tem a ver com determinadas permissões naturais, que se instalam naturalmente. Uma vez estava eu em Buzios com um cara, de uma multinacional, que ia receber um americano e sua namorada. Estavamos no Ferradura resort. E ao final da noite, fomos para o quarto, onde tinha uma bela banheira de hidromassagem na varanda, separada apenas por um blindex, e derrepente estávamos na banheira, quando o americano começou a transar com sua namorada na varanda de frente para o mar. O visual estava lindo, porque cortar o barato, a gente estava apenas relaxando na banheira. Após a transa o americano entrou para pegar bebida a namorada idem, ficamos conversando os quatro nus na banheira, sem estress. Náo havia ali qualquer intenção de mais nada. Era liberdade, maturidade, diversão, papos ótimos e mais nada. Logo me convenço cada vez mais, intenção é tudo , sede é nada. Classe, ingrediente tao necessário para viver quanto oxigênio. Um verdadeiro divisor de águas.



De volta aos castanhos! !!!